ಜಪಾನ್‌ನಲ್ಲಿ ಭಾನುವಾರ ಸಂಭವಿಸಿದ ರಿಜಿನ್ ಎಫ್‌ಎಫ್ ಎಕ್ಸ್‌ಎನ್‌ಯುಎಂಎಕ್ಸ್ ಫಲಿತಾಂಶಗಳನ್ನು ಪರಿಶೀಲಿಸಿ

O Rizin Fighting Federation realizou o seu 18º evento no domingo, 18 de agosto, em Nagoya, Japão.
O show foi promovido como uma vitrine para os dois campeões mundiais do Rizin FF ( Kyoji Horiguchi e Ayaka Hamasaki ), agendados para lutas sem disputas de título e que geraram uma impressionante expectativa de vitória. Mas nem tudo saiu como esperado, diríamos.

No ‘main event’ ( evento principal ), o campeão do Rizin FF e também campeão mundial do Bellator MMA no peso-galo, Kyoji Horiguchi ( 28-3 MMA, 10-1 Rizin ), foi nocauteado ainda no primeiro minuto da luta pela sensação japonesa do MMA Kai Asakura ( 14-13-1 MMA,5-0 Rizin ).

Logo no início da luta Asakura conectou um soco de direita que mandou Horiguchi cambaleando para trás com as pernas trêmulas. Rapidamente, o lutador de 25 anos desferiu uma série de socos. Horiguchi ainda tentou conter o ímpeto do seu adversário, mas na sequência, Asakura levou Horiguchi para o canto oposto do ringue e definiu a luta de forma dramática ao encaixar outro soco de direita.

Uma curiosidade acerca de Kai Asakura é que tanto ele quanto o seu irmão mais velho, Mikuru Asakura ( 13-11-1-1 MMA ) – que também vem se destacando no MMA emplacando uma série de vitórias – são também “youtubers” muito populares entre o público mais jovem no Japão. Portanto, eles trazem muita mídia para o evento.

No ‘co-main event’, a detentora do título de campeã mundial do peso super-átomo pelo Rizin FF, Ayaka Hamasaki ( 19-2 MMA, 5-0 Rizin ), teve pela frente Suwanan Boonsorn ( 3-2 MMA, 0-1 Rizin ).
Estreante na promoção, a lutadora tailandesa foi finalizada ainda no primeiro round garças à um justo arm-lock aplicado pela atleta de 37 anos que aumentou sua sequência de vitórias para cinco na promoção de Nobuyuki Sakakibara.

Também entre as mulheres, a ex-campeã do Rizin, Kanna Asakura ( 15-4-0 MMA ) enfrentou a norte-americana Alesha Zappitella ( 5-2-0 MMA ), em luta válida pela categoria até 49kg.
Alesha é uma lutadora de Wrestling cujo principal objetivo no momento é participar das Olimpíadas de 2020, em Tóquio.
Ela fez a sua estreia no MMA no show californiano King of the Cage ( KOTC ) ainda em 2016 e também já foi campeã do KunIun Fight, na China.
Alesha conseguiu levar a luta até o final do tempo regulamentar, mas acabou perdendo por decisão dividida dos juízes.
A luta foi mais uma parceria do Rizin FF com o evento feminino Invicta FC.

O ex-‘rei do peso-galo’ do DEEP, Victor Henry ( 19-4 MMA, 1-0 Rizin ), encaixou um impressionante triângulo invertido para finalizar o australiano Trent Girdham ( 11-3 MMA, 0-1 Rizin ) com pouco menos de dois minutos restantes para o término do último round de sua luta de estréia no Rizin.

Manel Kape ( 14-4 MMA, 5-3 Rizin ), – um lutador vindo de Angola, no continente africano – fez uso de uma combinação de boxe para nocautear o ex-lutador do WEC e do UFC, Takeya Mizugaki ( 23- 14 MMA, 0-1 Rizin ), com um ‘uppercut’ seguido por um poderoso gancho de direita que levou o japonês ‘à lona’.

Outro campeão do DEEP, Haruo Ochi ( 19-7 MMA, 1-0 Rizin ), que defendia o seu merecido título de “número 1 do mundo no peso-palha”, diante do veterano do UFC, Jarred Brooks ( 14-2 MMA, 0-0 Rizin ), viu a sua luta terminar rapidamente em um decepcionante “no contest” após um choque acidental de cabeças ainda nos primeiros 10 segundos de luta do round inicial.

Já o ex-peso-mosca do UFC, Justin Scoggins ( 12-6 MMA, 1-1 Rizin ), que vinha de uma série de quatro derrotas, conquistou a sua primeira vitória sob a ‘bandeira’ Rizin FF ao passar pelo ex – campeão do Shooto, Kazuma Sone ( 23-19 MMA, 0-2 Rizin ) por decisão unânime dos juízes.

O momento mais aguardado do ‘card’ para os brasileiros foi sem dúvida a luta de Kickboxing em que o veterano Danilo Zanolini venceu John Wayne Parr por decisão dividida.
John Wayne Parr é um dos grandes nomes mundiais do Kickboxing e Muay Thai e fazia o seu retorno às competições na terra do Sol Nascente.
Danilo é grau preto de Muay Thai e dono de uma rede de academias de Kickboxing e fitness no Japão. Ele também já fez lutas no extinto K-1 World Max.
Zanolini também já havia anunciado a sua aposentadoria há cerca de 3 anos, mas um incêndio em sua academia de Tomaki, em Aichi, fez o lutador dar uma pausa em sua aposentadoria e voltar aos ringues com a intenção de buscar recursos para reformar a academia incendiada.
A luta foi dinâmica, bem movimentada e não faltou emoção.
Zanolini trouxe a vitória para a comunidade brasileira no Japão por decisão dividida dos juízes ( 2 x 1 ).
Essa é a segunda vez que o brasileiro participa e vence uma luta sob o “estandarte” do Rizin FF.

Os resultados do “Rizin FF 18” incluem:

ರಿಜಿನ್ ಎಫ್ಎಫ್ ಎಕ್ಸ್ಎನ್ಎಮ್ಎಕ್ಸ್
18 ನ 2019 ಆಗಸ್ಟ್
Dolphins Arena
Nagoya, Aichi, Japão

• Kai Asakura venceu Kyoji Horiguchi por KO ( socos ), Round 1
• Ayaka Hamasaki venceu Suwanan Boonsorn por finalização ( arm-lock ), Round 1
• Victor Henry venceu Trent Girdham por finalização ( triangulo invertido ), Round 3
• Manel Kape venceu Takeya Mizugaki por KO ( socos ), Round 2
• Danilo Zanolini venceu John Wayne Parr por decisão dividida ( kickboxing )
• Kanna Asakura venceu Alesha Zappitella por decisão dividida
• Haruo Ochi vs Jarred Brooks ( no-contest ) ( cabeçada acidental ) Round 1
• Hiroto Uesako venceu Yves Landu por TKO ( socos ), Round 2
• Justin Scoggins venceu Kazuma Sone por decisão unânime
• Takaki Soya venceu Yutaro Muramoto por TKO ( socos ), Round 2
• Ai Shimizu venceu Tabatha Watkins por decisão unânime
• Kazuki Osaki venceu Shota Takiya por decisão unânime ( kickboxing )
• Ryuji Horio venceu Uchu Sakurai por decisão unânime ( kickboxing )

* ಸಹಯೋಗಿ ಓರಿಯೊಸ್ವಾಲ್ಡೊ ಕೋಸ್ಟದಿಂದ ಪಠ್ಯ. | 19 / 08 / 2019 ನಲ್ಲಿ ಬರೆಯಲಾಗಿದೆ

ಈ ಲೇಖನದಲ್ಲಿ

ಸಂಭಾಷಣೆಯನ್ನು ಸೇರಿ

ಸ್ಪ್ಯಾಮ್ ಅನ್ನು ಕಡಿಮೆ ಮಾಡಲು ಈ ಸೈಟ್ ಅಕಿಸ್ಮೆಟ್ ಅನ್ನು ಬಳಸುತ್ತದೆ. ನಿಮ್ಮ ಪ್ರತಿಕ್ರಿಯೆ ಡೇಟಾವನ್ನು ಹೇಗೆ ಪ್ರಕ್ರಿಯೆಗೊಳಿಸಲಾಗಿದೆ ಎಂದು ತಿಳಿಯಿರಿ.